Campanha Agosto Lilás tem início em Florianópolis!

 

Campanha Agosto Lilás : Uma programação com diversos eventos e ações foi preparada para discutir sobre igualdade, direitos e combate à violência contra as mulheres.

A Prefeitura de Florianópolis, lançou na manhã desta quarta-feira, 7, a programação oficial do Agosto Lilás na Capital. Na ocasião, a lei 17.861/2019 que institui oficialmente a campanha no município foi sancionada pelo Prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro.
O objetivo do mês lilás é sensibilizar e dar visibilidade à Lei Maria da Penha e servir de alerta sobre os direitos das mulheres. A extensa programação conta com palestras relacionadas ao tema, direitos, bem-estar, cultura, estímulo ao empreendedorismo entre outros. “E um dia muito feliz para todas nós mulheres. Com a sanção dessa lei, nossa causa ganha ainda mais força no município,” declara a Coordenadora de Políticas Públicas da Prefeitura de Florianópolis, Roseli Pereira.

Durante a cerimônia foi apresentada a Cartilha da Mulher, que contém informações e contatos de todos os serviços relacionados aos direitos da mulher, que são realizados pela administração municipal. O documento pode ser acessado no link bit.ly/cartilhadamulherPMF. Em alusão à campanha, diversos locais públicos serão iluminados. São eles: Lago da cabeceira da ponte, Praça XV, Trapiche da Beira-Mar Norte e Bolsão da Beira-Mar Norte, na Praça Sesquicentenário.

“A causa do combate à violência contra a mulher deve estar sempre presente na pauta das ações do setor público e de forma integrada entre todas as pastas, além de ser discutido também com a população. É um assunto que sem engajamento da sociedade civil, torna se cada vez mais difícil, a obtenção de resultados efetivos,” afirmou o Prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro.

Uma das ações de destaque é a Expolilás, que vai trazer uma série de trabalhos feitos exclusivamente por mulheres, que inclui artesanato, acessórios feitos a partir de uma recriação criativa de itens antigos, dança, arte em mosaico, cultura afro, pintura em tela, moda sustentável, entre outros. A mostra acontece nos dias 8 e 9 na Avenida Paulo Fontes, das 9h às 18h. Uma equipe do Centro de Referência de Atendimento às mulheres Vítimas de Violência (CREMV), também estará no local, prestando atendimento para mulheres no Ônibus Lilás.

Trika Guimarães é uma das expositoras da Expolilás. Ela sempre trabalhou na produção de acessórios e após um tempo, decidiu incluir sustentabilidade em seu trabalho. Por meio da técnica Upcycling, de reutilização de materiais, ela produz acessórios feitos a partir de resíduos eletrônicos. Ela falou sobre a importância da campanha. “Reforço o que foi dito aqui anteriormente, de que é importante ter sensibilidade com mulheres que sofrem violência. Quando passei por isso, e fui vítima de violência e pedi socorro, não tive o suporte necessário,” comenta Trika.

Suporte às mulheres

De acordo com o relógio da violência do Instituto Maria da Penha, a cada dois segundos, uma mulher sofre um tipo de violência física ou verbal no Brasil. Esses são apenas dois dos diversos tipos de violência praticados contra mulheres.

Ao contrário do que muitas pessoas possam imaginar, vai além da parte física, podendo ser psicológico, emocional, mental, opressão, moral, sexual e até patrimonial. Para auxiliar mulheres vítimas de violência em Florianópolis, a Prefeitura de Florianópolis disponibiliza o Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CREMV), o único do Estado, onde a vítima é acolhida e recebe suporte com objetivo de promover a ruptura da situação em que se encontra.

O local funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, na rua Delminda da Silveira, s/nº, ao lado da 6ª Delegacia de Polícia da Capital, bairro Agronômica. O atendimento pode ser requisitado pela própria vítima ou via encaminhamento da rede socioassistencial do município. Denúncias podem ser feitas nas Delegacias de Polícia ou da Mulher, Defensoria Pública, Ministério Público ou pelo disque denúncia 180.

Campanha Agosto Lilás tem início em Florianópolis!

 

PROGRAMAÇÃO

De 07 a 31.08

Pintura do Mural Antonieta da Barros no Edifício Atlas na Rua Tenente Silveira, 200, pelos
artistas Monique Gugie, Thiago Valdi e Tuane Ferreira;

Projeto “A arte do Grafite empoderando mulheres” no CREMV – O Centro de Referência de
Atendimento à Mulher em Situação de Violência será grafitado com temas de
enfrentamento da violência contra a mulher.

Quarta-feira, 7

14h30, Museu do Judiciário, Rua Álvaro Millen da Silveira, 208 – Abertura da exposição M.
Meu lugar na sociedade, de Gabriel Bonfim.

Quinta-feira, 8
Avenida Paulo Fontes
11h30 – Abertura da Expolilás – Mostra e feira de diversos trabalhos e projetos idealizados
exclusivamente por mulheres;
11h30 – Apresentação do Coral Vozes que não se Calam.

Sexta-feira, 9
Avenida Paulo Fontes
9h às 18h – Expolilás – Mostra e feira de diversos trabalhos e projetos idealizados
exclusivamente por mulheres;
A partir das 10h – Atendimento jurídico e social para mulheres no Ônibus Lilás pela equipe
do Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CREMV).

Sábado, 10 de agosto
Aulas de Defesa Pessoal do Floripa Com Elas
10h às 12h – Academia Pa-Kua, Santa Mônica;
10h às 16h – CT Ilha Fight, Centro;
10h às 12h – Nova Forma, Estreito;
14h às 16h – Pa-Kua, Avenida Mauro Ramos.

14 a 16 de agosto
Ação “Inspirando Garotas” da ONG Inspiring Girls Brasil, ONG Mais União e Associação de
Moradores da Vargem do Bom Jesus;
14 e 15/08, período matutino e vespertino – Escola Básica Municipal Albertina M. Dias,
Vargem Grande.
16/08 – Ação “Conversa entre mulheres” – Sede da ONG Mais União.

15 e 22 de agosto
Entrega de materiais explicativos sobre a campanha em todos os serviços da Diretoria de
Proteção Social Básica da Secretaria Municipal de Assistência Social
18/08 – Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Tapera;
22/08 – Palestra e roda de conversa Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos
da Agronômica.

Sexta-feira, 16 de agosto
10h, no Largo da Catedral
Ato público em homenagem à Maria da Penha.
Sábado, 17 de agosto
Aulas de Defesa Pessoal do Floripa com Elas
10h às 12h – Pa-Kua Santa Mônica.

Domingo, 18 de agosto
Espaço Cultural Armazém – Coletivo Elza, Rodovia Gilson da Costa Xavier, 1384, Sambaqui
Feira Fatto a Femme
11h – Abertura da feira
11h – DJ Carol Chiquetti
13h – Coletivo Nega – Projeto Musicado
13h30 – Kia Sajo – Olho de Tigre
15h – Roda de conversa “Mulheres na Construção de Políticas Públicas”
17h – Dandara Manoela – Voz e violão
19h – Encerramento

21 de agosto
11h, na empresa Checklist Fácil, Santo Antônio de Lisboa
Roda de conversa sobre Centro de Referência de Atendimento às Mulheres Vítimas de
Violência
22 de agosto
18h às 22h , na Escola Batista Pereira – Alto Ribeirão da Ilha.
Projeto CREMV e Lei Maria da Penha nas Escolas.

24 de agosto
Aulas de Defesa Pessoal do projeto Floripa Com Elas
10h às 11h30 – CT Ilha Fight, Centro;
10h às 12h – Nova Forma, Estreito.
24 de agosto
18h, na Casa Formidabile
Noite italiana com Regina Nobrez + Casa Formidabile
Com atenção e doações para o Cepon
Mais informações e ingressos: 3223.2352 – 98463.5707 ou tartagliaarte/notteitaliana.
25 de agosto
Estádio da Ressacada – Sensibilização sobre os direitos da mulher no intervalo do jogo
Avaí X Corinthians.

26 a 30 de agosto
Programação especial na Biblioteca do Senac da Prainha
26/08
15h – Contadora de história mirim Maitê de Almeida Matos contando história da Frida Kahlo
para meninas e meninos;
19h – Roda de conversa com a escritora Priscila Lopes com mediação de Patrícia Galelli;
28/08
15h – Apresentação de livro e contação de história com CIA Mafagafos; (faixa etária livre)
19h – Roda de conversa com a Jornalista e Escritora Maria Odete Olsen apresentando seu
livro “Poemas infames, sentimentos e algumas impropriedades”;

29/08
17h30 – Duo em contraponto poético com Sol Rocha e Cris Guimarães;
19h – Roda de conversa sobre mulheres empreendedoras com Sabrina (Surdina Store):
falando sobre o novo olhar para a moda e para o corpo.

30/08
14h30 – Bate Papo Zodiacal Mulheres com KKFurttado;
19h – Apresentações musicais com Elaine Sallas, Andréia Versa e Homenagem às
mulheres por Will Wian.
28 de agosto
8h às 17h, Senac, Prainha – Seminário Agosto Lilás: Lei Maria da Penha e a Promoção dos
Direitos das Mulheres;
Rua Álvaro Millen da Silveira, 208 – Encerramento da exposição M. Meu lugar na sociedade,
de Gabriel Bonfim.

De 4 a 31 de agosto
Espaço Cultural Armazém – Coletivo Elza, Rodovia Gilson da Costa Xavier, 1384, Sambaqui
14ª Bienal Internacional de Arte Contemporânea com curadoria de Juliana Crispe, com o
tema: “Mulher artista resiste”. Mais informações: facebook.com/armazemcoletivoelza
10/08
15h – Apresentação Literária do coletivo de mulheres Abrasabarca;
17h – Co r es de Aidê – Ensaio aberto.
24/08
15h – Apresentação da performance “Medusa Enredada: como lembrar? Mas como
esquecer?” de Camila Durães;
17h – Apresentação da performance “Carta para Nina Simone” de Ida Mara Freire.

25/08
10h às 12h – Roda de Conversa: autogestão de Carreira musical, para mulheres artistas e
produtoras com Gika Voigt Produz;
18h às 21h – Jam-Feminina: música e feminismos (Aberta a mulheres cantoras,
instrumentistas, compositoras, intérpretes, bandas, duos, trios, solos).
*6 a 30/08
Residência ECO+SISTEMAS+POÉTICOS de Lilian Amaral

26/08
14h às 17h – Situação 1: Primeiro encontro e deslocamento de campo;
27/08
9h às 12h – Situação 2: Encontro e deslocamento de campo;
14h às 17h – Situação 3: Encontro e deslocamento de campo |Residência em Rede:
encontro virtual com coletivos de pesquisa Brasil e Espanha.
28/08
14h às 17h – Situação 4: Último encontro e deslocamento de campo | Residência em Rede:
encontro virtual com coletivos de pesquisa Brasil e Espanha.

30/08
19h – MÚLTIPLAS – Mostra coletiva de audiovisual, curadoria Lilian Amaral.
REALIZAÇÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *