Ponte da Guarda do Cubatão e Entorno do Lago Pedra Branca Liberados!

Ponte de Guarda do Cubatão e entorno do lago Pedra Branca estão liberados,ao trânsito de automóveis e de veículos de tração animal na ponte pênsil da Guarda  ocorreu após a realização de obras de reforma e o entorno do lago da Pedra Branca que estava interditado desde Maio de 2019 pela proliferação da bactéria que causadora do Botulismo.

A Prefeitura de Palhoça liberou a ponte pênsil sobre o Rio Cubatão, ao tráfego de veículos automotores de passeio, em decisão da tarde desta sexta-feira (28). A ligação entre os lados norte e sul do bairro Guarda do Cubatão estava interditada desde 30 de maio, “por medida de segurança e de forma preventiva”, enquanto obras de restauração eram realizadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Saneamento.

Vistoria Técnica

Ponte da Guarda do Cubatão e Entorno do Lago Pedra Branca Liberados!A liberação foi possível após uma vistoria técnica realizada pela Secretaria Municipal de Segurança Pública, com apoio logístico da Defesa Civil, que constatou que as obras estruturais recomendas foram realizadas. Segundo Leonel Pereira, da Secretaria de Segurança, toda a estrutura da ponte foi reforçada, com a instalação de novos “tirantes laterais”, cabeamento de aço com braçadeiras novas e substituição de boa parte das tábuas do assoalho.

O primeiro ato de interdição aconteceu em 19 de fevereiro, com posterior liberação ao trânsito de veículos, o que foi suspenso porque os usuários desrespeitaram regras de segurança pré estabelecidas, como a passagem de um veículo por vez.

Essa mesma regra está valendo agora, adverte a Secretaria de Segurança. A recomendação é a passagem de um automóvel por vez. Essa limitação não se impõe ao trânsito de motocicletas e outros veículos leves.

Entorno do Lago

A Prefeitura de Palhoça informa que, após reunião com vários órgãos da administração municipal e outras entidades representativas da comunidade envolvida, resolveu liberar para uso público todo o perímetro do Lago Pedra Branca, que estava interditado desde 11 de maio devido a uma proliferação da bactéria clostridium botulinum, causadora de botulismo. Participaram do encontro, para a tomada de decisão, a Secretaria Municipal de Saúde, Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica, Secretaria de Defesa do Cidadão e Bem Estar Animal, Secretaria de Segurança Pública, Defesa Civil, Fundação Cambirela de Meio Ambiente (FCAM) e Associação de Moradores do bairro Pedra Branca (AMO).

Após medidas preventivas e corretivas de controle da contaminação e análise dos resultados de novas amostras laboratoriais, equipes técnicas constataram que os parâmetros estavam normais e a água e os animais livres da toxina botulínica, não representando mais risco aos frequentadores.

Nos próximos meses, será realizado acompanhamento laboratorial e manutenção dos níveis de oxigênio da água por meio de aeradores.

A Prefeitura mantém o alerta para que as pessoas não alimentem as aves tratadas remanescentes, evitando riscos à saúde desses animais e da própria população.

Fonte Comunicação Palhoça- Edição Jornal Estado Notícias SC- Foto de Capa Vânia Monteiro- Foto ponte Secom PMP

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *