Prefeitura de Chapecó valorizando a profissão de artesão!

A Prefeitura de Chapecó através da Secretaria de Assistência Social  busca valorizar os artesões.

Mandalas, caixas decoradas, pintura em óleo em telas, artefatos em tricô, crochê, artesanato em madeira, placas decorativas, arranjos de flores, luminárias. Essas e muitas outras peças são produzidas pelos artesãos chapecoenses. E para que eles possam exercer sua profissão com mais segurança, eles tem uma Carteira Municipal de Artesão 2019 que precisa ser atualizada ou solicitada.

O documento é um reconhecimento e valorização à profissão de artesão, além da formalização dos profissionais para garantir os benefícios profissionais, oportuniza a participação em eventos e feiras organizadas pelo município.

Local

Para realizar o cadastro é necessário procurar a Gerência de Renda e Cidadania na Secretaria de Assistência Social ou ligar nos telefones (49) 3319-1213 ou 3319-1216, das 13 às 19 horas para agendar data e horário de cadastro. As inscrições iniciam na segunda-feira (01/07) e seguem até a sexta-feira (19/07).

Os interessados precisam levar os documentos de identidade e CPF, comprovante de endereço, número do CNPJ ou MEI – não obrigatório, os produtos artesanais produzidos para que possam serem fotografados. Além dos produtos, também é necessário fotografias impressas ou digital para o banco de imagens, contato de e-mail e os certificados de cursos realizados na área do artesanato (caso tiver). Quem pode se inscrever são homens e mulheres acima de 18 anos que produzem algum tipo de artesanato e residam no Município de Chapecó pelo tempo mínimo de seis meses; ou ainda aqueles artesãos de associação /Grupo /Cooperativa e que comprove a sua formalização e atividade legal pelo mínimo de 1 (um) ano.

Saiba mais

Atualmente estão cadastrados junto a Secretaria de Assistência Social 332 artesãos: 186 artesãos individuais (sendo 65 novos e 121 recadastrados); 06 associações; 04 Grupos de Mulheres (119 artesãos vinculados nas Associações e Grupos de Mulheres); 27 artesãos indígenas (22 da Aldeia Condá e 05 da Aldeia Toldo Chimbangue). Eles são acompanhados pela Administração Municipal através do Projeto Artesanato na Palma da Mão que iniciou em 2013 para atender artesãos individuais, artesãos vinculados à associação e artesãos indígenas. O objetivo é organizar e capacitar grupos de artesãos no município, para confecção de produtos destinados ao mercado consumidor como fonte de renda e para melhoria de vida dos participantes envolvidos, com foco no artesanato que resgata a identidade local. Criado em 2013, o objetivo do programa é organizar e capacitar grupos de artesãos no município de Chapecó, para o desenvolvimento de produtos destinados ao mercado consumidor, como fonte de renda e visando a melhoria de vida dos participantes envolvidos, com foco no artesanato que resgata a identidade local.

Os profissionais têm espaços para comercialização de seus produtos. No Centro Público de Economia Solidária, Aeroporto Municipal, Centro de Informações Turísticas, Terminal Rodoviário e no Calçadão (Rua Benjamin Constant, entre Avenida Getúlio Vargas e Nereu Ramos). Além desses locais, são organizadas feiras de artesanato, oficinas de qualificação, bem como participação em eventos promovidos no município.

Fonte PMC- Edição Jornal Estado Notícias SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *