Presidente suspende utilização de radares para reavaliação dos procedimentos

O presidente Jair Bolsonaro determina ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio de despachos publicados hoje (15) no Diário Oficial da União, que suspenda o uso de radares “estáticos, móveis e portáteis” até que o Ministério da Infraestrutura “conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas”.

De acordo com o documento, a medida tem por objetivo “evitar o desvirtuamento do caráter pedagógico e a utilização meramente arrecadatória dos instrumentos e equipamentos medidores de velocidade”.

O despacho do presidente pede também que o ministério “proceda à revisão dos atos normativos internos que dispõem sobre a atividade de fiscalização eletrônica de velocidade em rodovias e estradas federais pela Polícia Rodoviária Federal.

Ao deixar o Palácio da Alvorada, nesta manhã, Bolsonaro destacou que os radares fixos, aqueles instalados em postes ao lado das rodovias, não entram nessa suspensão, pois o governo tem contratos com empresas que operam esses equipamentos. “Não vamos alterar contratos”, disse. O presidente já afirmou, entretanto, que a intenção é, ao fim do prazo, não renovar esses contratos.

Opinião.

Os radares deve ser utilizados para alertar sobre locais de risco para com o condutor e pedestre e principalmente ser bem sinalizado, mas infelizmente o único objetivo das empresas que fazem a instalação é o de arrecadar com multas aos infratores. A instalação em locais escondidos e camuflados e com placas instaladas a direita nas margens das estradas, que ficam fora do foco de visão do condutor e com mudanças do limite de velocidade sem qualquer sentido.

Então regularizar para depois voltar a utilizar os radares é positivo ao nosso ver, ficar sem os radares,definitivamente é uma medida que não deve ser tomada, pois vai ocasionar muitos acidentes fatais em função dos que abusam do excesso de velocidade. Rever os limites de velocidade em algumas áreas também é uma medida que deve ser tomada, um exemplo são os radares instalados na via marginal da 101 na palhoça, em menos de 3 Km tem redutor de velocidade de 60 km por hora e  a menos de 2 km um outro com 40 Km por hora sem qualquer motivo aparente para a mudança brusca. Nem 8 nem 80 esta é nossa opinião.

Comente

 

Fonte Ebc Brasil – Notícias SC- Fonte Ebc-Opinião Jornal o Estado Notícias SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *