Saúde em Biguaçu: UBS não fecham mais ao meio dia

 

Saúde em Biguaçu: UBS não fecham mais ao meio dia
Foto Martha Huff

A semana começou com uma boa notícia para os pacientes que utilizam as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Biguaçu: agora o funcionamento será em período integral, das 7h30min às 16h30min, não havendo mais fechamento das 12h às 13h.

Com a ampliação do horário de atendimento, as unidades terão os serviços administrativos (Recepção/Regulação) e Farmácia disponíveis também das 12h às 13h. A medida, que já foi adotada por todas as UBS a partir desta segunda-feira (1), só não atinge as unidades satélites da Fazenda, Estiva e Sorocaba de Fora.

Foto Martha Huff

O secretário municipal de Saúde, Daniel César da Luz, que esteve visitando a UBS Vendaval para acompanhar o novo horário, explica que o objetivo é “oferecer um atendimento com mais humanização e conforto aos pacientes. Hoje mesmo, num dia de chuva, as pessoas precisavam aguardar no lado externo até a abertura. Além disso, os pacientes que trabalham poderão acessar a UBS neste horário para efetuar agendamentos de consultas e retirar medicamentos”.

Leia Também

Secretaria de Saúde realiza capacitação sobre feridas para enfermeiros e médicos

A Secretaria Municipal de Saúde realizou nesta semana uma capacitação sobre feridas para enfermeiros e médicos das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do município. A ação trata-se de uma parceria firmada entre a Prefeitura de Biguaçu e o Centro Universitário Estácio de Santa Catarina, no mês de maio.

O trabalho de capacitação foi realizado em dois dias para que o atendimento das UBS’s não fosse prejudicado. Na quarta-feira (26), 25 enfermeiros e médicos dos programas Estratégia da Saúde da Família (ESF) e Melhor em Casa participaram das atividades. Já na quinta-feira (27), participaram 21 profissionais. As aulas foram divididas em dois turnos: pela manhã, houve aula teórica com a mestre Maristela Assunção, professora da Estácio e enfermeira há 30 anos. No período da tarde, os participantes tiveram uma aula prática no laboratório da faculdade para treinamento e desbridamento em tecido.

“Sabemos que a análise de fatores como a nutrição, clima, doenças, medicamentos de uso, entre outros, são de extrema importância para a integridade da pele, mas quando combinado com uma cobertura adequada o tecido pode ser recuperado rapidamente devolvendo e aumentando a qualidade de vida do paciente”, disse a diretora de Atenção Básica, Laís Pauli, que juntamente com a gerente de enfermagem, Patrícia Martins, coordenaram as atividades.

“Essa parceria entre o público e o privado é importante. Quero agradecer a Estácio por ceder o espaço e afirmar ainda que realizaremos mais capacitações no segundo semestre para melhorar ainda mais a qualidade de trabalho dos nossos enfermeiros e nossos médicos”, disse o secretário de Saúde, Daniel César da Luz.

Fonte e imagens Diretoria de Comunicação (Dicom) Edição Sueveni Zózimo- Publicação Jornal Estado Notícias SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *