Adiantamento do 13° Salário dos Servidores tem datas definidas!

Governo do Estado define datas para adiantamento do 13° salário dos servidores

Depois de criteriosa análise da viabilidade financeira, o governador Carlos Moisés, em conjunto com as secretarias da Administração, Fazenda e Casa Civil, definiu nesta segunda-feira, 1° de julho, a antecipação de parte do 13º salário aos servidores públicos e militares estaduais catarinenses.

A antecipação se dará em duas etapas. A primeira parcela, de 25% do valor, será paga no dia 19 de julho. Os outros 25% serão repassados em 19 de agosto. O restante do pagamento, atingindo a integralidade dos proventos, será efetuado no dia 17 de dezembro.

Essa antecipação foi possível graças às medidas de austeridade e de reformulação administrativa que o Governo vem adotando, tanto para gerar economia como para restituir ao tesouro os recursos devidos ao Executivo. Além de combater a sonegação e promover o incremento na arrecadação, sem aumentar impostos.

O governador reforça a determinação em buscar o equilíbrio nas contas públicas: “Nossos esforços em fortalecer a economia catarinense, recuperar os recursos devidos ao Executivo, reduzir a máquina pública e economizar, já mostram os primeiros resultados. Ainda assim, temos grandes desafios, como o pagamento da dívida pública e o crescimento do déficit previdenciário“.

Para dimensionar o esforço do atual governo em provisionar os recursos necessários à antecipação do 13º salário, é importante ressaltar que apenas em dívidas de financiamentos obtidos anteriormente, serão pagos, neste ano, um total de R$ 2,4 bilhões. Em 2018, esse valor foi de R$ 1,805 bilhão, enquanto em 2017, essa quantia não superou os R$ 1,264 bilhão. Destacando ainda, a cobertura do déficit previdenciário, que superará em 2019 os R$ 3,9 bilhões.

Leia Também

Professores, pais e alunos têm até domingo para responder questionário que vai nortear investimentos em educação

Adiantamento do 13° Salário dos Servidores tem datas definidas!
Foto: Mauricio Vieira / Secom

A Avaliação Institucional na Rede Pública Estadual da Educação Básica entrou no ar nesta segunda-feira, 1º de julho, e até o dia 7 ela poderá ser respondida pela comunidade escolar. O levantamento pretende identificar áreas e setores que requerem melhorias e mais investimentos.

“É fundamental que todos participem mostrando sua visão sobre a escola. Isto envolve os professores e o corpo administrativo, mas também o seu entorno, com alunos e pais. Assim, teremos conhecimento das reais necessidades de cada unidade e faremos o uso mais efetivo dos recursos públicos”, observou o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni.

Professores, técnicos e gestores das escolas, alunos e pais terão 16 questões a responder, a partir de quatro eixos: as Políticas Pedagógicas, o Clima Organizacional, a Infraestrutura e a Política de Gestão. Os alunos do ensino fundamental e séries iniciais, do 1º ao 5º ano, responderão o questionário com os familiares.

Resultados servirão para orientar políticas públicas e ações nas escolas

Cada um dos eixos da Avaliação Institucional subdivide-se em indicadores, que permitirão à Secretaria de Educação avaliar semestralmente a percepção da comunidade escolar sobre sua própria unidade. O foco é orientar o melhor planejamento de políticas públicas e ações nas escolas.

“Os resultados obtidos irão contribuir para incorporar o planejamento de ações, não somente das escolas, mas também da Secretaria de Estado da Educação, para a tomada de decisões nos investimentos”, afirma o diretor de Políticas e Planejamento Educacional da SED, Altir Webber de Mello Neto.

O questionário, que está disponível até o dia 7 de julho na página inicial do site www.sed.sc.gov.br, poderá ser acessado por alunos munidos de número de matrícula, por professores e equipe administrativa com o número do CPF e por pai ou responsável de alunos com o número da matrícula e o CPF que estiver cadastrado junto à escola.

Fonte Secom-SC- Edição Jornal Estado  Notícias SC-