Educação imersiva aumenta engajamento e melhora resultado de vendas

Ao investir em capacitações com games virtuais e storytelling para a qualificação contínua da sua força de vendas, a salestech ZAZ viu crescer os acessos espontâneos aos cursos, melhorar índices de vendas e reduzir turnover.

Atrair os colaboradores para os treinamentos corporativos sempre foi um desafio dentro das companhias. Com a pandemia e o distanciamento social ficou ainda mais evidente a necessidade de capacitações para o desenvolvimento contínuo das habilidades dos funcionários e as empresas precisaram inovar para conseguir engajar as equipes mesmo a distância.

A ZAZ Vendas, salestech líder no mercado de terceirização de vendas, encontrou na educação imersiva a melhor forma para treinar os colaboradores e, como consequência, aumentar o resultado das vendas e diminuir o turnover.

Sobre a ZAZ

Atualmente, a empresa conta com mais de 800 pessoas na equipe, sendo que 80% são promotores de vendas, que atuam presencialmente em quase todas as capitais do país.

Carlos Alexandre Madureira Loiola, sócio-fundador da ZAZ, conta que até 2018 a empresa utilizava métodos tradicionais de ensino de forma presencial e com slideshow ou vídeos-aula, mas que não resultaram no engajamento esperado e o EAD, que era o que o mercado oferecia na época, não funcionava para o público da empresa.

“Foi então que conhecemos uma plataforma de educação imersiva, uma solução que nos proporcionou algo que considero um item chave dentro do aprendizado: o engajamento, pois a educação passa necessariamente por engajamento”, conta Loiola.

Dentro da plataforma, desenvolvida pela edtech Sábios, que utiliza técnicas de gamificação e storytelling, a empresa consegue criar experiências imersivas em forma de um jogo que simulam o dia a dia de trabalho dos colaboradores, desde técnicas de vendas voltadas para os promotores e supervisores, até atividades administrativas, desenvolvendo habilidades técnicas em todas as áreas.

“O resultado vem se mostrando muito positivo, conseguimos acompanhar de perto e cruzar os dados obtidos na plataforma com indicadores de resultados da empresa, como aumento de vendas e redução do turnover, e a correlação é muito direta.

Isso vem nos ajudando a melhorar muito esses índices. Além disso, com a pandemia, os treinamentos foram ainda mais essenciais, pois as experiências são facilmente acessadas pelo smartphones, desktop, notebook”, explica o executivo.

A empresa também passou a estender o uso da plataforma durante os processos seletivos e onboarding. Com isso, os candidatos vivenciam a rotina de um promotor na prática, em um ambiente online e de forma divertida, antes mesmo de começarem a trabalhar. Até hoje, mais de 5 mil pessoas já passaram pelas experiências dentro da ZAZ.

Educação Imersiva

Com gamificação, realidade virtual e realidade aumentada, é uma tendência na área da educação corporativa, adotada por empresas de diferentes portes para aumentar o engajamento dos funcionários e, com isso, melhorar a performance das equipes. Demetrius Lima, CEO e cofundador da Sábios, explica que o grande diferencial do ensino imersivo é a maior retenção do conteúdo, que pode chegar a 90% se comparado a métodos tradicionais.

“A metodologia que utilizamos, baseada em neurociência, faz com que o nosso cérebro seja treinado de forma prática, em um ambiente virtual, mas simulando a realidade. Quando nos deparamos com a mesma situação, só que na vida real, conseguimos lidar com a emoção e agir da forma correta, pois nosso cérebro já foi treinado”, explica.

A Sábios também utiliza inteligência artificial que consegue identificar os gaps em competências, comportamento e cultura de cada colaborador que conclui a experiência. “Essa identificação ajuda os gestores a definir quais gaps precisam ser trabalhados para melhorar o desempenho das equipes e medir os resultados com mais eficácia”, conclui.

Sobre a Sábios

A Sábios une educação, tecnologias imersivas e inteligência artificial para diagnosticar e melhorar a performance de pessoas e organizações. Possui metodologia e plataforma próprias, onde é possível vivenciar experiências imersivas e acompanhar em tempo real indicadores e gaps de performance em competências, comportamentos e cultura.

A metodologia é baseada em neurociência e utiliza técnicas de gamificação e storytelling para atrair, envolver e prender a atenção das pessoas, aumentando a retenção do aprendizado. A edtech foi fundada em 2009 em Florianópolis (SC), onde possui sua sede física, mas atua em todo o Brasil e atende mais de 50 companhias, principalmente grandes indústrias nacionais e multinacionais. São mais de 500 mil pessoas impactadas.

Vânia Monteiro - VM Tech

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.