Prefeitura de Floripa apresenta projeto do parque ao TCE!

A Prefeitura de Florianópolis apresenta na tarde desta segunda-feira,o projeto do Parque Urbano e Marina Beira-Mar no Tribunal de Contas do Estado. A minuta, termo de referência e o contrato serão avaliados pelo TCE, que apontará, dentro de um prazo de 60 dias, se o empreendimento é tecnicamente e economicamente viável. Em seguida, obtendo o parecer positivo, a administração municipal, por meio da Secretaria de Turismo, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico, lança o edital.

Sobre o projeto

Com 123 mil metros quadrados na orla para o parque urbano e 179 mil metros quadrados de espelho d’água privado, a marina será protegida por um quebra-mar e terá píer flutuantes com capacidade para cerca de 650 vagas privadas (de 120 a 40 pés) e 60 vagas públicas (de 40 a 30 pés), além de um píer para embarcações de transporte marítimo.

Prefeitura de Floripa apresenta projeto do parque ao TCE!
Imagens ilustrativas do projeto do Parque Urbano e Marina Beira-Mar

De acordo com o projeto, a área indicada para a execução do empreendimento está situada na Avenida Rubens de Arruda Ramos, mais conhecida como Beira Mar Norte, entre as coordenadas 27°35’10.27″S e 48°33’13.31″O, bairro Centro, em Florianópolis, tendo início onde hoje encontra-se a Praça de Portugal, estendendo-se até a Praça do Sesquicentenário. Em direção ao mar, adentra por cerca de 315 metros, com profundidades que variam de 1,5 a 4 metros.

O projeto foi pensado para atender uma demanda reprimida no segmento náutico e também para fortalecer as atividades econômicas existentes no entorno como: serviços, gastronomia, hotelaria e comércio, por meio da construção de um espaço de lazer com novas possibilidades de usos e espaços para a prática de esporte, lazer e descanso.

Mais Notícias de Floripa

Construção de nova área de lazer no Rio Tavares

Construção de área de lazer no Rio TavaresO prefeito Gean Loureiro vai dar a ordem de serviço para início da construção de mais uma área de lazer em Florianópolis nesta terça-feira, 4 de junho. Será um canteiro central no Elevado do Rio Tavares, que contará com paisagismo, bancos, áreas de convivência, iluminação e monumento arquitetônico. O espaço total é de aproximadamente 6 mil metros quadrados com um custo de construção de R$ 322 mil. A empresa que venceu a licitação terá um prazo de 3 meses para construção.

Participe da campanha do Agasalho-Apoio Jornal o Estado